terça-feira, 10 de abril de 2012

CONHECENDO OS CONSELHEIROS


Dalmir Rodrigues Ferreira.
Presidente Concultura (Biênio 2011/2012)

Nasceu em 12 de fevereiro de 1952, filho do guarda-livros Djalma Ferreira e de Benedita Rodrigues Ferreira, no Seringal Bom Destino, em Porto Acre/AC, berço do movimento armado que deu origem ao estado do Acre. Revelou-se apaixonado estudioso da Amazônia com viagens e longa vivência em alguns de seus estados, formando uma biblioteca de objetos, obras, artes e documentos que em seu atelier-museu, testemunham sua dedicação pela cultura de sua região.
 É graduado em engenharia e história, acumulando também outros cursos em diversas áreas, como artes plásticas pela Escola Panamericana de Artes em 1960 e música pela Escola Open University em 1983 entre outros. É reconhecido artista plástico, poeta, memorialista e ativista cultural, com obras e exposições no Brasil e no exterior, exercendo em Rio Branco/AC as seguintes atividades:
  • Presidente da Orquestra Filarmônica do Acre – luthier - sócio fundador;
  • Membro do Conselho Estadual de Patrimônio Histórico - setor cultura/arte;
  • Membro da Academia Acreana de Letras - cadeira 22 - patrono Euclides da Cunha;
  • Presidente do Conselho Estadual de Cultura - artes plásticas - sociedade civil;
  • Professor Convidado do Curso de Artes Visuais da FIRB- cadeira de gravura;
  • Presidente da Associação Acreana de Arte-educadores; e
  • Curador da Pinacoteca Universitária – Museu Universitário - Ufac
  • Entre outros feitos pela cultura em Rio Branco se destacam as seguintes contribuições:
  • Representa o Acre na 1ª. Feira Nacional de Ciências em 1969 no Rio de Janeiro/GB;
  • A idealização e realização da 1 a. Exposição Acreana de Artes Plásticas em 1978 em Rio Branco/AC;
  • A criação e implantação do Museu Acreano de Belas Artes em 1993 em Rio Branco/AC;
  • A redação preliminar da História das Artes Visuais em Rio Branco, em 1993 em Rio Branco/AC;
  • Curador no Projeto Calenarte do SESC convênio c/UFAC em 2002 em Rio Branco/AC;
  • A Revitalização e tombamento do sítio histórico Seringal Bom Destino em 2002 em Porto Acre/AC;
  • A criação da Galeria Universitária em 2000 e do Museu Universitário em 2007 em Rio Branco/AC;
  • A criação dos cursos de Licenciatura em Música e Teatro na Ufac em 2006 em Rio Branco/AC;
  • A implantação do Conselho Estadual de Cultura em 2006 em Rio Branco/AC;
  • A renomeação da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura/Ufac em 2005 em Rio Branco/AC;
  • A criação da Associação Acreana de Arte-educadores em 2008 em Rio Branco/AC.

2 comentários:

Eduardo Carneiro - é Professor da Universidade Federal do Acre, doutorando (USP). disse...

Olá Dalmir, o blog melhorou bastante. Os documentos do Conselho de Patrimônio Histórico e o de cultura estão lá naquelas estantes de madeira daquela sala. O senhor já os pegou? Ali o local não é propício, por conta do risco do cupim.

Conselho de Cultura disse...

Olá, Dalmir, aqui quem escreve é Carlos Cipriano, do CEC de Goiás. É um prazer visitar o blog do CEC do Acre e deparar com tua biografia. Recebeu a convocação para a Assembléia do ConECta ao final de novembro, em Brasília? Você vai participar? Informo que agora também temos um blog (faça-nos uma visita, quando puder): http://www.ceculturago.com.br. Abraço. Carlos Cipriano - Presidente do CEC-GO.